Plataformas de ecommerce: qual a ideal para o seu negócio?

Numa panóplia de plataformas de ecommerce que prometem a melhor usabilidade possível para o cliente, é perfeitamente normal que se sinta confuso na hora da escolha da ideal para o seu negócio digital. 

Outros factores como o volume de facturação previsto, número de skus, integração de gateways de pagamento, velocidade, templo de implementação ou SEO, são factores que deve ter em mente a quando da escolha da sua plataforma de comércio electrónico.

Existem três tipos principais de plataformas:

  • Open Source – as quais são de livre utilização.
  • SaaS – de implementação célere, normalmente com um custo fixo mensal associado.
  • Feitas à medida – todo o código deste tipo de plataformas é desenvolvido de raíz.

Plataformas de ecommerce Open Source

Neste tipo de plataforma não é cobrado nenhum valor pela sua utilização. A adição de novas funcionalidades é feita através da utilização de plugins que podem ser grátis ou pagos.

Associadas a este tipo de plataformas, estão normalmente grandes comunidades de desenvolvimento.

Um exemplo deste tipo de plataformas é o WooCommerce, que se trata na realidade de um plugin de WordPress. Este permite criar uma loja online em qualquer website WordPress.

Vantagens e desvantagens do WooCommerce

Algumas das vantagens que podemos enumerar são:

  • Integração com o CMS mais utilizado do mundo, o WordPress.
  • De utilização gratuita.
  • O código aberto permite a personalização de alguns aspectos. 

Já as maiores desvantagens são: 

  • Fraca segurança e muito passível de ser hackeada.
  • Elevada necessidade de manutenção devido à presença constante de bugs.
  • A adição de novas funcionalidades com recurso a plugins é por vezes muito complexa.
  • Incompatibilidade de plugins.

Plataformas de ecommerce SaaS

Uma plataforma SaaS (Software-as-a-service) é uma plataforma cuja utilização foi licenciada pelo seu criador, em troca do pagamento de uma fee mensal ou anual.

Este tipo de modelo de licenciamento é uma excelente forma de pequenos comerciantes terem acesso a uma solução com um elevado custo-benefício.

Neste tipo de plataformas de ecommerce, ao contrário das Open Source não existe a necessidade de se preocupar com aspectos tais como patches de segurança, updates manuais de software ou a procura de um serviço de hosting, já que toda a estrutura está armazenada numa cloud do fornecedor.

No entanto, devido a todo o design ser baseado em templates pré-definidos e a customização ser muito limitada, é muitas vezes difícil diferenciar o seu ecommerce.

Um exemplo muito conhecido deste tipo de plataformas é o Shopify.

Vantagens e desvantagens do Shopify

Algumas das vantagens que podemos verificar são:

  • Simplicidade na implementação e utilização.
  • Boa relação qualidade/preço.
  • Criação de catálogo de produtos é extremamente fácil.

As principais desvantagens por sua vez são:  

  • Perda de estabilidade quando são adicionados mais de 5000 skus.
  • Fees associados aos pagamentos.
  • CMS pouco flexível.

Plataformas de ecommerce feitas à medida

As plataformas feitas à medida são as que têm maior custo de desenvolvimento associado, no entanto são também as que permitem maior diferenciação da sua loja online da multitude de clones presentes na esfera digital.

Como já referimos, esta poderá não ser a melhor opção para negócios mais pequenos com constrangimentos de budget. 

Para aqueles negócios com capacidade financeira e onde as vendas online são vitais para o negócio, investir numa plataforma de comércio electrónico feita à medida faz todo o sentido.

Vantagens de um ecommerce feito à medida

Entre as principais vantagens ao recorrermos a este tipo de solução temos:

  • Nível de customização diferenciada dos concorrentes e oferta de uma experiência única.
  • Bastante mais rápido no carregamento das páginas.
  • Integração total com qualquer serviço ou API.
  • As funcionalidades são desenvolvidas de raiz e à medida do projeto, não existindo nenhuma limitação.
  • Embora o tempo de implementação seja superior, a estrutura já está preparada para acompanhar a escalabilidade do negócio.

Um design customizado do seu comércio electrónico pode potenciar as suas vendas

Com a capacidade de total customização da “user shopping experience”, ganha a habilidade de melhor controlar o resultado do seu esforço de vendas.  Se conseguir guiar o consumidor na sua jornada de acordo com as melhores práticas e métodos provados, então certamente irá obter melhores resultados.

Nos dias que correm os consumidores estão cada vez mais exigentes e informados, a pesquisa, análise e comparação de produtos e de soluções é prática comum deste novo mundo digital. 

Existe assim uma clara necessidade de providenciar aos seus clientes uma experiência de compra diferenciada e adaptada a esta nova realidade.