A importância da gestão de stocks do seu ecommerce

No início de vida de qualquer comércio electrónico, não é expectável que tenha uma estratégia de gestão de stocks implementada.O volume reduzido de encomendas pode ser facilmente gerido por si ou por um outro membro da sua equipa.

No entanto ao escalar o seu ecommerce é fundamental para o sucesso do mesmo que tenha em conta a correcta gestão do seu stock.

A sua loja online pode ter um design e funcionalidade fenomenais, a sua proposta de valor pode estar inteiramente alinhada com as necessidades dos consumidores e a estratégia digital pode estar totalmente otimizada, no entanto sem uma boa operação logística pode colocar em risco toda a sustentabilidade do seu negócio.

Se não tiver em conta a correcta gestão dos stocks, seja na entrega ou na devolução de produtos, a mesma terá necessariamente um impacto negativo nas suas vendas.

Logística: cuidados a ter

Como já referimos anteriormente num artigo, a logística tem um papel importante tanto no aumento da satisfação dos seus clientes, como na optimização do tempo e na redução de custos associados ao inventário dos seus produtos.

A logística garante a optimização do fluxo entre a compra e a entrega. 

Outros aspectos como atrasos na entrega, produtos danificados, problemas na devolução de produtos ou mesmo a entrega em locais errados, impactam negativamente a experiência do consumidor para com a marca.

A gestão de stocks é um factor chave

É crucial garantirmos stock de produtos, de forma a não existirem oportunidades de venda perdidas. Para isso é fundamental um bom planeamento de compras aos nossos fornecedores.

Outro aspecto importante, é a implementação de modelos de previsão de vendas tanto em épocas normais como em épocas sazonais, onde sabemos à partida que irá existir uma maior procura de determinado produto ou categoria de produtos pelos consumidores.

Um exemplo de maior procura sazonal, é o aumento da procura por chinelos de praia ou protector solar nos meses de verão.

Factores como uma política de stock consistente, utilização de uma plataforma de controlo de stocks, realização regular de inventário e a implementação de um plano de compras, são essenciais para a optimização da gestão de stocks.

Gestão de inventários Just in time (JIT)

A gestão de inventários JIT é uma estratégia utilizada para aumentar a eficiência de uma empresa e que pode ser aplicada a qualquer loja online. Ao fazer stocks de produtos ajustados à procura dos mesmos, garantimos a redução de custos devido a:

  • Redução de quantidade de inventário em armazém
  • Eliminação de desperdício de produtos devido a danos ou fim de prazo de validade dos mesmos
  • Colocação rápida em inventário de devoluções

Para a escolha desta estratégia é essencial a adopção de certos procedimentos e ferramentas que apoiem a mesma.

Ferramentas essenciais para a optimização da gestão de stocks

Existem diversas ferramentas que permitem a correcta gestão de stocks e adopção de estratégias JIT, tais como:

  • Gerador de sku
  • Software de gestão de inventário
  • Software de gestão de depósitos

Gerador de sku

O código sku é a referência associada a um produto, responsável pela identificação única do mesmo, sendo utilizada para o controle de stocks.

Ferramentas como é o caso da Free Sku Generator, permitem a geração destes códigos de inventário, com base em atributos definidos pelo gestor de ecommerce. Os atributos por sua vez dependem da natureza dos próprios produtos, os quais podem ter diversas variações tais como cores ou tamanhos.

Software de gestão de inventário

Softwares de gestão de inventário, como o QuickBooks , permitem a automatização dos processos de compra, apoiar a tomada de decisão sobre o que manter em stock e ainda controlar os custos associados.

Software de gestão de depósitos

Este tipo de software permite a gestão de espaço de depósitos, armazéns e centros de distribuição. São considerados uma boa alternativa para melhorar a actividade nestes espaços, já que procuram maneiras de optimizar espaços e organizar tanto o fluxo como a distribuição de produtos. 

Prestam ainda apoio às actividades de:

  • Picking – separação e preparação dos pedidos para envio.
  • Packing – embalamento dos pedidos.
  • Shipping – envio para expedição.  

Estes softwares surgem da necessidade de melhorar os fluxos de informação e de materiais dentro deste tipo de instalações, tendo como principais objectivos a redução de custos, melhorias da operação e serviços prestados aos clientes.

Alguns desafios adicionais com que se vai deparar ao escalar o seu ecommerce

Um dos primeiro desafios com que se vai deparar vai ser obrigatoriamente o aumento da sua força de trabalho. A evolução natural do seu negócio irá exigir a contratação de mais colaboradores especializados. 

Terá que desenvolver estratégias acionáveis para melhorar o conhecimento existente dos seus consumidores e aumentar a satisfação  das suas necessidades, com a oferta dos seus produtos ou serviços.

O mundo digital por sua vez está sempre em constante mudança. Com o passar dos anos, irá se deparar com novos concorrentes, pelo que terá que estar a par das últimas tendências e estratégias de obtenção, retenção e fidelização dos seus clientes.

Mas não se preocupe, estamos e estaremos cá sempre para o ajudar a ficar a par de tudo o melhor que se faz no mundo do comércio electrónico.